Dois Amantes – Poemas, Crônicas e afins

DOIS AMANTES
Vitor Maciel Gonçalves

Ele disse que gosta de você,
Como dizem os loucos às manhãs sem rumo.
Um gostar sem pudor, diferente de tudo.

Há um silêncio completo entre os dois
Que as palavras não ousam tocar.
Uma linguagem de olhares perdidos
E vontades desmedidas.
Há um prazer sem malícia,
Sem os suspiros interrompidos
Que ressecam corações.
Cada um revela a melhor parte de si,
Mas não pede em troca o amor.

De carícias, as verdadeiras.
De sorrisos, os vulneráveis.
O que resta é essa luz doce sobre as pálpebras
E a paz que contorna
Os dois amantes.

David Paulino Silva

David Paulino Silva publicitário e cozinheiro, fundador do conteúdo aleatório,além de ser campineiro e ponte pretano, fundador do fotográfico http://www.instagram.com/relatopb, amante de arte, fotografia, cerveja e boa comida.

Um comentário aleatório