O mau humor une!

Ouve essa da Blitz enquanto você lê porque: é engraçadinha, é vintage, porque sim!Quanta gente de mal com a vida, credo! Eu vi essa tirinha esses dias e amei, porque é bem a realidade. De vez em quando sempre eu sou bem azeda, não gosto desse lance de dar bom dia pra estranhos na rua. Mas acontece que numa fila de banco, padaria, num local onde muitas pessoas estão esperando a mesma coisa, não custa dar aquele sorrisinho simpático.

O que eu tenho percebido é uma certa moda do mau humor, onde parece ser mau humorado é mais bem aceito do que ser bem humorado e aquele que é “feliz” é taxado de chato, alegre demais, feliz demais. Eu, particularmente, adoro conviver com pessoas que enxergam o lado melhor da vida, porque ajuda a gente a ser positivo também! Como eu disse ali em cima, às vezes eu sou meio azeda, assumo (se for de manhã cedo então, nem acordada eu tô, quem dirá simpática…) mas prefiro olhar o lado bom da vida a ver o pior lado que ela traz.Eu sei que o dia a dia tem estado difícil, que a rotina cansa, que as notícias nos jornais nem sempre são as melhores, mas se a gente ficar nessa murmuração, numa reclamação, só vamos fazer coro às desgraças e parar de enxergar as coisas mais limpas, mais claras e mais felizes! Você pode até estar aí, rangendo os dentes lendo esse texto, porque, por natureza, você é um (a) mau humorado (a), mas eu te digo, minha amiga, meu amigo: tente mudar esse seu modo de pensar e tente se alegrar um pouco mais. Garanto a você que as pessoas vão até querer ser suas amigas… Gente mau humorada de natureza me lembra o Grinch, do conto de Natal. Comece a conviver com pessoas bem humoradas e veja o que vai te acontecer! Se não conhece o Grinch, fica a dica de filme pro fim de semana! ;) Não faço aqui um convite para colocar lentes cor de rosa nos olhos e começar a enxergar o mundo todo lindo, sem problemas ou dificuldades. Só convido a olhar pra essas coisas de forma diferente, mais positiva, tentando entender o que há por trás de cada coisa ruim ou o que cada situação negativa nos ensina. Olhar a vida com positividade e bom humor não é negar que existem coisas ruins, mas é ser uma voz dissonante nesse mundo rabugento!

Um grande abraço e Feliz Ano Novo! Que em 2018 possamos mudar a maneira de enxergar a vida!

Até o próximo texto!

Fernanda Maria

Relações Públicas de formação, confeiteira por amor e feliz por necessidade! Adoro escrever, observar as pessoas, ouvir boa música e olhar para o céu em busca de nuvens divertidas e respostas para vida!

Um comentário aleatório