Vamos falar sobre educação?

Vamos falar sobre educação? Mas vamos além? Vamos falar sobre a educação do ponto de vista do aluno? O que eles querem realmente? Como eles enxergam a escola?

Há mais no jovem estudante que nossos estereótipos deixam ver. E é isso que o documentário Nunca me sonharam faz o público perceber. (eita, olha a rima ai sem querer kkk) Eu, particularmente, sou uma pessoa apaixonada pela educação, sempre gostei, sempre vi na educação a chance de realmente melhorarmos as pessoas. Não o mundo, mas as pessoas e como dizia Paulo Freire, “a educação não transforma o mundo, a educação muda as pessoas. As pessoas mudam o mundo”. Acreditando piamente nesse potencial humano para o bem que me apaixonei pela educação e mudei minha vida para trabalhar nessa área.

Depois de uma pequena interrupção para contextualizar essa minha paixão, vamos ao ponto para o que me levou a escrever esse texto. Tive duas oportunidades de assistir o documentário Nunca me sonharam e sou muito agradecida por isso, porque ele foi o ponta pé inicial para fazer minha percepção se expandir e já vou explicar o porquê.

Quando falamos de educação, quando falamos mais especificamente de educação pública, a visão que logo vem à mente é lugar sem infraestrutura, professores cansados, jovens desinteressados e mal-educados. Enquanto parte disso confesso que possa ser verdade, a outra parte é, como a maioria das coisas no Brasil, mal estruturadas e mal resolvidas. Vamos lá aos pontos principais da minha reflexão. O documentário mostra o ponto de vista do jovem, como falei no início do texto, e por que isso é tão diferente? Porque quando falamos de educação, a posição automática que colocamos o jovem é de culpado. Culpado de um sistema falho que foi imposto a ele. Se a escola é para eles por que não ouvir a parte mais interessada dessa equação?

E é isso que o documentário faz, ouve jovens que estão diariamente em uma realidade que muitos de nós nem sonham. Ouve jovens que muitas vezes precisam crescer rápido demais para enfrentar uma vida muito injusta, jovens que são tão polidos em seus sonhos, jovens que vivem em um ambiente muitas vezes hostil, em casa ou na rua. Não, não estou defendendo nenhum tipo de ideologia ou posição político-social, até porque não sou nenhuma especialista e isso não é nenhum artigo científico. O que estou querendo dizer, e muito humildemente, é que muitas vezes em discussões educacionais é fácil culpar o adolescente como desinteressado, malcriado e desrespeitoso. Mas e a estrutura educacional? O que realmente fazemos para melhorar a situação? E os professores? Como podemos qualifica-los? Melhorar as condições de trabalho?

É fácil falar em culpa e responsabilizar o aluno apenas como desinteressado e deixar a situação como está, quando a questão principal é muito mais profunda. É como nós, sociedade brasileira, realmente vemos a educação e a importância que damos a ela. E a resposta é fácil, porque realmente nunca sonhamos que o jovem de educação pública “seja alguém”, nunca sonhamos que uma escola da periferia tenha um ensino de qualidade excelente. Como o próprio nome do documentário diz, nunca sonhamos que o jovem da periferia vá além da condição marginalizada imposta a ele. E está na hora de sonharmos mais, bem mais além do que nos é dito diariamente.

Eu sei que a questão é bem mais profunda, muito mais complexa, mas esse é somente um texto de reflexão, e confesso que desabafo também. O documentário é só uma porta de entrada para quem quer realmente pensar educação de um modo diferente e não é destinado somente a professores, coordenadores e supervisores, mas à todas as pessoas que têm aquele sentimento de cidadania gravado no peito. Serve para olharmos de uma outra perspectiva, o que é sempre positivo para um debate de qualidade.

Então como um último recado antes de terminar, por favor assistam o documentário Nunca me sonharam. Eu sei que La Casa de Papel é ótimo e intrigante, que a Netflix soltou a nova temporada daquela série que você ama, mas as vezes é bom a gente ver algo a mais do que ficção e olharmos para a realidade que está a nossa volta e que somos diretamente e indiretamente responsáveis, vale a pena! Prometo ;)

Encontrei uma máquina pra voltar no tempo! \o/

Sim, você leu esse título direito: encontrei a máquina do tempo! Você, que sempre quis voltar no tempo para desfazer aquele mal-entendido, consertar aquela cagada, falar que ama aquela pessoa que morreu (ou que se faz de morta pra você… Acontece!), reviver aquele momento super especial, esse texto NÃO é para você! Essa máquina do tempo eu ainda não encontrei e tomara que ninguém encontre. Já pensou na confusão?

Continue lendo “Encontrei uma máquina pra voltar no tempo! \o/”

Aniversário um dia de reflexão.

COMO SURGIU

Aniversário é dia de olhar para o passado e planejar o futuro, porém, geralmente passamos nossos aniversários comemorando, agradecendo e vivendo intensamente, afinal, estamos mais um ano vivos e isso já é o suficiente para nos esbaldarmos nesta profunda alegria.

Entretanto não são apenas as pessoas que fazem aniversários, mas momentos como realizações, grandes feitos, perdas e as grandes mudanças em nossas vidas também fazem aniversários e sempre acabamos esquecendo de refletir sobre elas.

O Conteúdo Aleatório nasceu em um desses aniversários de “momentos”, numa época de mudanças em minha vida que foram muito significativas. Acredito que os sonhos desta minha nova etapa estão caminhando juntamente com o site e se algo der errado por aqui talvez minha vida perca o rumo juntamente a ele.

Continue lendo “Aniversário um dia de reflexão.”

Ubatuba! Quem não conhece?

Hoje tirei umas horinhas do meu dia para escrever e postar no conteúdo aleatório, afinal precisamos quebrar um pouco a rotina.
Confesso que ando meio preguiçosa para escrever, comecei várias vezes essa semana e acabei deixando de lado.

Mas nada que ligar uma música e partir para o texto.

oração . a banda mais bonita da cidade (c/ leo fressato)

Então vou falar um pouco de Ubatuba que é minha cidade natal!

Sou a única de minha família que resolveu sair de Ubatuba e tentar coisas novas em outras cidades, foram 05 anos em Taubaté e agora  01 ano e 02 meses em Campinas.
Sim, eu sou a louca que saiu do conforto da casa da mãe para estudar e aprender com os erros e acertos da vida.

Continue lendo “Ubatuba! Quem não conhece?”

Extraordinário

Não, isso não é uma resenha ou crítica cinematográfica. Como sempre é só mais uma dessas reflexões que me vem quando eu vejo algo que me emociona e me faz pensar. Domingo passado fui ao cinema assistir Extraordinário e você já deve ter ouvido falar nesse filme que é o hit do momento né? Tá todo mundo assistindo e chorando. Não vou nem comentar da atuação da Julia Roberts e do Jacob Tremblay, que interpreta o personagem principal, porque né? Eles arrasam simples assim. Mas vou falar sim da beleza inusitada que é o filme.

Confesso que fui assistir com a certeza que ia presenciar cenas infindáveis de tristeza, bulling e dramas pessoais. Passei mais da metade do filme esperando que o pior dos piores fosse acontecer, aquela reviravolta do roteiro que faz a gente perder o chão e se debulhar em lágrimas. Mas não, isso não aconteceu.  O que aconteceu foi melhor e pior ao mesmo tempo, em vez de cenas tristes você se depara com cenas humanas. Totalmente humanas e não é raro você se identificar com um ou outro personagem. É lógico que o filme traz o drama do personagem principal, mas todo o roteiro é envolto por cenas tão humanamente simples. O filme mostra a rotina, o cotidiano, a luta diária que todos nós enfrentamos na nossa vida e que vamos combinar às vezes dá mesmo para fazer um filme né?

A emoção que eu senti, e espero que outras pessoas também tenham sentindo, é o quanto a nossa luta cotidiana pode ser bela. Nossas derrotas e conquistas são dignas de serem celebradas Sai do filme com aquela sensação do quanto nós, seres humanos, podemos ser surpreendentes. Como podemos ter atitudes tão horríveis em alguns momentos e tão belas em outros. Como somos tomados por decisões corajosas e covardes ao mesmo tempo, e que apesar de atitudes horríveis, carregadas de preconceito e ódio, o ser humano ainda é capaz de atitudes lindas e amorosas. O filme para mim foi uma grande dose de otimismo, fé e esperança na nossa humanidade. Me passou aquela sensação que somos todos guerreiros incansáveis dessa batalha doida que chamamos de vida e que as vezes só basta olhar e ouvir com atenção para encontramos o extraordinário do mundo.

Rock in Rio 2017

O Rock in Rio 2017 já começou e tem a expectativa de atrair 700 mil pessoas. O evento, que está em sua sétima edição deverá ser mais um sucesso de público.

Claro que não é um festival apenas voltado para o bom Rock and Roll, porém é uma grande oportunidade para assistir o show de grandes bandas pelas nossas terras.

O canal fechado Multishow irá transmitir todos dias na integra o festival, confira abaixo sua programação.

Esta semana a grande atração do Rock in Rio será Bon Jovi, Aerosmith e Red Hot Chilli Peppers.

Bom Festival a todos .

 

Continue lendo “Rock in Rio 2017”

Tribalistas 2017 ( novo álbum )

Tribalistas é união composta por Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte. O que resultou, em dois álbuns  o primeiro álbum homônimo lançado no Brasil em 2002 , que vendeu  no total mais de 2,1 milhões de cópias. Após 15 anos , o trio anunciou o segundo álbum, lançado em 25 de agosto de 2017, com uma apresentação em rede nacional dia 31 de agosto de 2017 pela emissora Rede Globo.

O novo álbum deles trazem suas melodias gostosas e fáceis de serem escutadas novamente para nossas vidas, há também uma nova parceria, com a cantora portuguesa Carminho, que canta fado.

Ingredientes perfeitos para uma receita de sucesso. O que acham do novo álbum dos Tribalistas em 2017?

Escute gratuitamente todo album pelo youtube.

The Mist – Série ( Netflix )

Nova serie na Netflix, The Mist, baseada em um conto do Stephen King vale muito a pena assistir para quem gosta de uma boa ficção cientifica misturada com terror. Confira o Trailer:

Novo Single do Chico Buarque “Tua Cantiga”

Nova música de Chico Buarque.

“Quando te der saudade de mim
Quando tua garganta apertar
Basta dar um suspiro
Que eu vou ligeiro
Te consolar

Se o teu vigia se alvoroçar
E estrada afora te conduzir
Basta soprar meu nome
Com teu perfume
Pra me atrair

Se as tuas noites não têm mais fim
Se um desalmado te faz chorar
Deixa cair um lenço
Que eu te alcanço
Em qualquer lugar

Quando teu coração suplicar
Ou quando teu capricho exigir
Largo mulher e filhos”

Homem-Aranha – De Volta ao Lar ( TRAILER )

Dia 6 de julho de 2017 o Homem-Aranha: De Volta ao Lar terá sua estreia no Brasil, confiram o Trailer.

Já adquiriam seu ingresso da pré-estreia?