Você é indiscreto?

O mundo está indiscreto! Credo, quanta gente que não sabe guardar a própria opinião para si ou que não tem aquele filtro básico entre o que o cérebro produz e o que a boca fala!

Do jeito que pensa, fala… Fonte: Google

E tenho ouvido e prestado atenção nas pessoas. Aliás, prestar atenção nas pessoas é um hábito que criei há muito tempo nas rodoviárias que frequentei. Por passar muita gente, lá se tornou um local ótimo para observar as pessoas, suas reações, seus hábitos, a forma de se relacionar com os estranhos, enfim, foi quase um estudo sociológico!

Nessas observações percebi que as vezes as pessoas emitem suas opiniões sem serem perguntadas. Se isso é ruim com desconhecido, imagina com aquela pessoa conhecida, sua amiga, familiar? Triplica a chatice dos comentários indesejados. E isso tem acontecido demais comigo!

Já tem quase um ano que estou passando por um desajuste hormonal, o que me causou muitas espinhas, principalmente nas costas e rosto. Eu conheço a razão delas estarem lá, me incomodam bastante, estão avermelhadas, algumas ficam grandes… Eu sei que elas existem! Mas ultimamente 10 entre 10 pessoas que me conhecem há bastante tempo (eu não tinha espinhas nem quando adolescente) me perguntam: “e essas espinhas aí?”. Como se fosse algo legal, do tipo: “e esse corte novo de cabelo aí?”.

Acho tão desnecessário esse tipo de pergunta! Além de desnecessário, é indiscreto. É a mesma coisa que perguntar “e esse peso novo que você adquiriu?”, alguns chegam ao cúmulo de “nossa, engordou hein? Tem que se cuidar!”, como se o dono do corpo já não soubesse que isso aconteceu! É quase engraçado (se não fosse chato mesmo) as pessoas fazerem certas observações a respeito do nosso corpo, pele, cabelo. É como se a gente não tivesse consciência do próprio corpo!

As pessoas são estranhas! Pior de tudo é quando, acompanhada da perguntinha indiscreta, vem a “receita milagrosa da minha vó de 100 anos pra resolver esse seu problema”! Por acaso você perguntou para a pessoa se ela quer resolver a situação que você está observando? Se certificou de que esse “problema” é realmente um problema pra pessoa? Aliás, você perguntou se ela já não está resolvendo essa situação com uma “solução milagrosa da indústria farmacêutica”? Ainda mais, você perguntou se ela QUER a sua opinião?

Se o que for falar não acrescenta, faça como a Mafalda! Fonte: Google

E se por acaso você não se incomoda com pessoas indiscretas ou com perguntas sem noção, talvez seja você a pessoa sem noção que faz perguntas indiscretas! #FicaDica  ;)

Pra encerrar esse meu momento “Lula Molusco”, fique com essa imagem que vi no instagram de uma amiga. Quem sabe compartilhando esse texto, com essa imagem, as pessoas indiscretas ao seu redor se toquem e comecem a melhorar. Ou então, você mesmo perceba que é assim e busque melhorar! Vai por mim, as pessoas vão gostar mais de ter você por perto!

Um grande e discreto abraço e até a próxima!

Minha vontade: Sopa de Feijão com macarrão

É… parece que o frio esta chegando e junto a famosa sopa para esquentar. E quem lembra daquela sopa que só a mãe sabia preparar? Eu até arrisco de fazer, usando os mesmos ingredientes, mas não fica a mesma coisa. Até porque ela faz naquele super fogão a lenha maravilhoso.
É impressionante como nossa mãe tem um toque diferenciado, um toque especial, só pode ser amor e olha que ela nem usa sazon. A sopa que mais peço para minha mãe preparar quando vou visita-la é a famosa sopa de feijão com macarrão e legumes, regada a uma gota de pimenta.

Fonte: Pinterest

Só de pensar deu água na boca, mas nesse momento vou fuçar a minha geladeira e me contentar com o que vou fazer para comer, que ainda não me decidi. E vocês o que vão fazer para comer nesse friozinho?

De repente da certo

Almoçar e descansar é o que todos fazem quando estão muito cansados, principalmente em um feriado prolongado.  Porém, nada melhor do que pegar estrada e relaxar a mente em um lugar distante de todo barulho da cidade, um lugar que é mágico.

Créditos da foto: David Henrique Paulino da Silva

Conhecendo lugares diferentes você inevitavelmente acaba conhecendo as pessoas que vivem nesses lugares, ou até mesmo pessoas de outros lugares. Paraty, cidade histórica, onde as pessoas reagem à um sorriso e à um bom humor. Cada canto da cidade tem uma história a ser contada. O mais impressionante foi uma cena que fiquei parada por horas assistindo.  Ali em frente a uma igreja estava um jovem negro vestido de escravo, com uma corrente presa ao seu tornozelo,  ele narrava como tinham sido construídas as ruas da cidade histórica de Paraty. Ele não só narrava, como gesticulava, dava para perceber o carinho enorme que ele tinha pela cidade e por estar ali transmitindo um pouco de seus conhecimentos.

A tia do carrinho do churros então, nossa ela respirava cultura, impressionante!  Quanta coisa boa ela conseguiu passar em poucos minutos, enquanto prepara meu pedido.

Depois de viver tanta coisa diferente naquela tarde de Sábado , aprender tanta coisa nova, voltei para a casa onde estava hospedada, feliz por aproveitar de maneira gostosa  uma parte do meu feriado.

E você prefere ficar entediado em casa após o seu almoço, ou ir respirar cultura em cidades como Paraty?

 

Uma terça-feira qualquer

Uma terça-feira qualquer, 08h da manhã. O mundo segue seu ritmo frenético de sempre, mas eu estou parada no tempo em uma viagem nostálgica da minha infância, na casa onde cresci e passei os melhores anos da minha vida. Observando uma das cenas que há muito tempo não via, minha avó se mexendo pela cozinha como se pertencesse a esse lugar desde sempre.

Essa mulher que me ninou quando ainda era um bebê, que me pegou no colo mais vezes que posso contar, que fazia de tudo para criar as comidas que eu mais gostava, que do seu jeito simples e forte ao mesmo tempo me ensinou lições tão poderosas que acho que nem ela se dá conta disso. Que apesar dos problemas continua com um sorriso no rosto.

Na verdade, me considero uma pessoa extremamente sortuda por ainda ter meus avós vivos, avô e avó por parte de pai e uma avó por parte de mãe. É aquele tipo de milagre que a gente não se dá conta até o momento que percebemos que podemos perdê-los.  E nesse dia, tive a vontade de simplesmente sentar e observá-los. Só olhar. Só perceber.  Então me dei conta de quanto eles são preciosos e de quão pouco eu falo isso para eles.

Eles passam aquele tipo de lição que não se aprende por falas intermináveis de moralidade, mas por cada exemplo, por cada gesto, cada atitude. Eles não são grandes intelectuais, não fizeram faculdade, nem pós-graduação, nem mestrado no exterior. Não comandaram grandes empresas e nem têm livros publicados por ai. Mas eles possuem aquele tipo de sabedoria que só quem viveu intensamente consegue ter.

De repente, me dei conta que por trás daqueles pés cansados, das dores no corpo inteiro, da dificuldade no caminhar, daqueles olhos que viram mais do que eu possa imaginar, existem pessoas que enfrentaram tudo que a vida jogou para eles e venceram. Pessoas que possuem uma história inteira por trás daquelas linhas de expressão no rosto.  Pessoas que eu me orgulho de fazer parte da família.

Que me mostraram que por mais que a situação seja insuportável um sorriso no rosto é sempre bem-vindo. Que tudo dá certo no final e que se não deu certo é porque não chegou o final. Que por mais que você não queira é sempre bom levar um casaco, porque, sim, vai fazer frio. Que comer sua comida favorita cura qualquer doença. Que cuidado se mostra muito mais por gesto do que por palavras.  Que ficar no colo de quem você ama e ser abraçada por ela é o melhor remédio para qualquer tristeza. Que a vida é dura, as vezes injusta, mas que é preciso continuar caminhando, cada passo por vez.

Então, só de observá-los pude perceber o quanto me moldaram na pessoa que sou hoje. O quanto sou grata por cada lição aprendida, mesmo eles não sabendo que estiveram me ensinando esse tempo todo.  Mas espero que saibam que, por mais que eu não fale sempre, que por trás da sabedoria do olhar de cada um deles eu pude compreender um pouco mais dessa viagem doida que é a vida.

Comodismo da vida

Uma coisa que acho muito louco, é a maneira que a maioria das pessoas encara a própria vida. E o pior não aceitam discutir sobre tal “assunto”, afinal ela está completamente certa sobre isso.

Por exemplo, permanecer em um emprego, achando que isso é segurança, ou até mesmo se escondendo da realidade, deixando passar as oportunidades de grandes mudanças em sua vida. Será o medo que aterroriza?

E assim surge as perguntas: Será que vai dar certo? Será que devo fazer isso?

Quando resolvi sair de minha cidade fiz essas perguntas para minha mãe, a qual me respondeu: Cris você tem que pensar positivo e sempre procurar fazer a seguinte pergunta: O que é preciso fazer para que dê certo? E nesse momento achei ela meio fria comigo, mas hoje vejo que ela estava com a razão, pois depois disso vivo com essa pergunta na minha cabeça e procuro respostas para outras situações.

O pensar fora da caixinha, não quer dizer que eu não tenha medo das coisas que passo, ou que irei enfrentar, mas tenho muito mais força para passar por tudo isso.

Uma coisa que admiro em minha mãe é ela nunca ter determinado os destinos de seus filhos, mas ela os preparou para escolher seus caminhos. E entre erros e acertos, cada um seguiu sua vida. “ Criamos os filhos para o mundo” frase que minha mãe fala até hoje, por mais que ela queira os filhos embaixo das asas dela.

O desconforto do crescimento as vezes dói, mas afirmo que é muito melhor que o comodismo da imaturidade. Imagina se eu não tivesse tomado a decisão de sair de casa naquele momento, o tempo ia passar e junto com ele a minha impotência em aceitar e admitir que estive enganada por muito tempo, eu não ia conhecer o que teria de diferente nos lugares, eu não saberia o que é se perder e não saber voltar para casa, eu simplesmente ia viver num mundo de falsas ilusões, esperando as coisas acontecerem.

Em uma encruzilhada, não se pode pensar muito, a decisão tem que ser tomada imediatamente e o caminho tem que ser seguido. Só nós sabemos o que é melhor para nós e só o tempo dirá se tomamos a decisão correta. Enfrente desafios e saia da zona de conforto!

Se não puder voar, corra.
Se não puder correr, ande.
Se não puder andar, rasteje.
Mas continue em frente de qualquer jeito.

Martin Luther King

Falsos Sentimentos

Vivemos em um mundo muito maluco, um mundo de pessoas descartáveis, pouco importa o que o outro sente, a própria necessidade vem primeiro. Aquele papo de “agora sim arrumei a pessoa ideal pra mim” ou ‘sou o melhor pai do mundo” ou até mesmo “faço isso só por que estou com você”. Fuja de relações desse tipo, pois no fundo você sabe que não dará certo! E o mais engraçado é que hoje os diversos relacionamentos surgem através dos aplicativos, muitos dão até sorte, mas a maioria só querem aquela famosa “metidinha” . Difícil entender as pessoas, por que muitos reclamam de seus relacionamentos não duráveis, mas, também não saem desses aplicativos infernais, onde mais parece um catálogo de carne, do que qualquer outra coisa. E por ai vai. Os aplicativos facilitam a vida deles “Coração” se a tal aparência agrada e ” X” se não, e assim vai para a próxima.

Será que as pessoa tem medo de sentir algo por alguém? Será que as pessoas tem medo de demonstrar seus sentimentos? Ou é egoísta a ponto de não querer dividir seu tempo com alguém? Ou será que acha mais fácil chegar em casa cansado do trabalho e ligar no netflix, e conversar pelo “tinder” com a nova peguete? Assim ele pega e não se apega não é mesmo? Mas muitos são cara deu pau, conhecem alguém e fica por tempo determinado, apenas 15 dias e nesse tempo, seu Instagram é recheado de fotos de lugares lindos com essa pessoa, como se o amor estivesse ali transbordando, mas, mal sabe essa pessoa que seu tempo esta acabando, pois ali na fila já tem uma  esperando pelos seus lindos 15 dias.  E mais uma tecla delete será apertada e novamente mais uma irá cair na lábia do senhor “Tinder”.

No mundo das pessoas descartáveis, as pessoas envelhecem, mas se esquecem disso, e o tempo passa tão rápido, mas tão rápido que não percebem, é triste pensar que essa pessoa esta condenada a ficar sozinha, pois já não tem mais nada a oferecer a outra pessoa, nem mesmo a sua beleza.

Ame de verdade e seja verdadeiro, pois é um sentimento lindo e puro! Iludir um outro ser humano com palavras e falsos sentimentos é a pior covardia que possa existir.

Novo Album The XX, I See You

I See You é o terceiro álbum de estúdio da banda de indie pop britânica The XX. Foi lançado no dia 13 de janeiro de 2017pela gravadora Young Turks. O álbum foi lançado quatro anos depois do antecessor, Coexist.

The XX disse que o álbum teria um som mais “aberto” e “expansivo” que os dois álbuns anteriores, e que o álbum de Jamie XX, In Colour, iria ser uma influência na produção.

The XX ficou famosa no Brasil após algumas músicas serão temas de novelas. Uma ótimo som para Lounge e relaxar.

O novo album esta  no canal do Youtube da banda com algumas musicas.

Deixem suas opiniões sobre a banda e o novo álbum nos comentários.

A Bela e a Fera 2017

Já está no cinemas de todo o Brasil a história e os personagens que o público conhece e adora que agora  ganharam vida de forma espetacular na adaptação em live-action do clássico de animação da Disney “A Bela e a Fera”

Corram para os cinemas, lembro que assisti este desenho nos cinemas e espero que seja a mesma emoção de antes.

Tapioca e seus benefícios!!

E muitos já estão aderindo a ela, sim a tapioca. Ela se tornou um alimento popular.
Eu como todos os dias e adoro, substituo o pão francês por ela e confesso que me sinto muito melhor.
A tapioca é feita da goma da mandioca hidratada. Não é necessário colocar óleo ou gordura na massa e nem no recheio.
Ela é rica em carboidratos e sem glúten,  sabendo prepará- la fica muito saborosa.
E a pergunta de todos: Mas, será que a tapioca engorda?
Depende do recheio, por exemplo, se for uma tapioca com brigadeiro, com certeza!!
Eu costumo colocar na massa a chia, pois evita o aumento de peso e ela possui seus benefícios nutricionais. No recheio coloco um requeijão light e queijo branco, ou geléia 0% açúcar.
Uma outra opção de recheio é o frango desfiado com ricota, atum e cenoura ralada, ovo mexido e também a pasta de amendoim.  A pasta de amendoim eu amo de paixão, super indico!! Hummm
E para quem treina, a tapioca é um ótimo pré-treino, já que é uma fonte de carboidrato simples e de fácil digestão, ou seja, fornece bastante energia antes do treino, mas não ajuda efetivamente no ganho de massa. Então por favor alimente-se corretamente!!

Suco Detox

 Se você está à procura de algo saudável, o suco verde (detox) é uma ótima opção, e se você não está acostumado a comer verduras, esta é uma maneira mais fácil de ingerir o alimento sem muito drama.
Mas se você não gosta de couve, tenho alguns motivos para você gostar, mesmo que seja um pouquinho, dessa hortaliça. Para ter uma ideia a couve é rica em Vitaminas A, B e C e Minerais, como o Cálcio, Ferro e Fósforo. Comer alimentos verdes e naturais faz muito bem à saúde, mesmo que você não precise emagrecer ou engordar, consumir couve é sempre uma boa pedida. Afinal, ela ajuda a combater alguns problemas como: cálculo renal, úlcera no estomago,alivia a prisão de ventre, evita a má disposição, etc.
E ai vamos desintoxicar o seu organismo?
Anote um dos sucos:
Bata no liquidificador uma folha de couve, ½ limão espremido, um ramo de salsinha, um ramo de hortelã, uma maçã vermelha sem casca e 150 ml (cerca um copo) de água. Beba gelado.
Obs: É sempre importante lembrar que os sucos detox não devem substituir nenhuma refeição principal do dia, e sim devem ser consumidos nos intervalos e lanches. Se ficar com dúvida, sempre é bom procurar um profissional. Eu tomo o meu antes do café da manhã, escolha seu melhor horário!!