BERLIM: Cativeiro, zona de guerra e bons cafés

Knock! Knock!

Com licença. Posso entrar? Espero não estar atrapalhando. E não se preocupe, pois não vou reparar na bagunça, mas aceitaria um cafezinho com muito agrado. Eu sou o Ivens e estou muito empolgado em poder compartilhar algumas das minhas experiências e tudo mais que passar pela minha cabeça por aqui. A partir de agora, você, meu caro leitor, será meu companheiro em minhas viagens (físicas e filosóficas) aqui no Conteúdo Aleatório.

 

Estava muito frio, céu completamente coberto por nuvens. Só pudemos sentir o vento ridiculamente forte nos empurrando quando saímos do aeroporto Berlin Tegel. No ônibus em direção ao centro, pude contemplar a cidade que ia se formando no caminho e por um instante tudo aquilo me lembrou São Paulo: prédios que iam até o fim do horizonte, grafites, pessoas apressadas e aquele murmúrio de zilhões de carros e sirenes que completam a trilha sonora de qualquer grande cidade. Em minha primeira visita à Berlim, eu trazia em minha pequena bagagem nada além de algumas peças de roupas e muitas expectativas. Para muitos, Berlim é a definição de tudo o que você pode querer de uma metrópole e eu estava lá para tirar a prova disso.

Éramos em 5, sendo eu o único brasileiro. Julia, minha amiga alemã, conhecia a cidade melhor do que ninguém do grupo, então eu não me preocupei quando ela disse que ficaria em cargo de reservar o nosso Airbnb. Porém, meu sensor-aranha começou a apitar quando chegamos no endereço indicado pelo booking. Entre prédios bem antigos, uma viela escura e macabra levava a entrada do edifício. “É aqui que vamos morrer” alguém disse enquanto entrávamos no prédio. Quando abrimos a porta do apartamento, todos em silêncio. Cinco camas de solteiros dentro de uma pequena cozinha e um banheiro onde as paredes não iam até o teto. É assim que eu melhor posso descrever aquele lugar. Ah! Sem mencionar os quadros bizarros pendurados nas paredes. Tudo parecia limpo, mas longe de ser o lugar que vimos nas fotos.

E aqui vai a primeira dica: muito cuidado quando for reservar qualquer Airbnb, melhor referencial são as reviews de prévios residentes. Muitas vezes preços baixos e fotos bem tiradas podem ser os atrativos perfeitos de uma cilada. Nós ficamos na região de Mitte. Mesmo sendo uma região central, Mitte oferece preços acessíveis e uma infinidade de restaurantes de beirute.

Era véspera de ano novo e a cidade fervilhava. Segundo Domenic, meu outro amigo alemão, o melhor lugar em Berlim para se estar na virada seria Alexanderplatz. Com intensa queima de fogos, o lugar parecia mais uma zona de guerra. Não vou mentir, aquilo tudo foi muito divertido e lindo de se ver, mas teve segurança zero. Qualquer um podia soltar fogos de artifícios, já que a venda desses artigos é liberada em mercados por lá. Várias vezes fogos explodiram a centímetros de nós. No final da noite, meu casaco cheirava a pólvora. Se você quiser ver isso com seus próprios olhos, leve óculos de segurança ou pode voltar pra casa sem eles. Luvas também são importantes, vi muita gente queimando as mãos tentando soltar os fogos.

Berlim estava literalmente pegando fogo. Lá pra uma da manhã, e depois de devorar um hambúrguer intercalado com champanhe, chegamos em uma festa que estava rolando dentro do Cinema Kino International. Estava tocando de tudo um pouco: 80s, 90s, de Despacito até Taylor Swift, mas foi só quando o DJ tocou ‘Na sua cara’ que eu percebi o quanto de brasileiros estavam ali presente. A noite acabou um pouquinho antes do sol nascer. Eu, o mais sóbrio (ou o menos bêbado) carregando meus amigos dentro do metrô de volta ao nosso sinistro Airbnb, que carinhosamente apelidamos de ‘o cativeiro’.

Na manhã seguinte, antes mesmo do primeiro sinal de dor de cabeça aparecer, encontramos a Distrikt Coffee (@distriktcoffee). Uma cafeteria hipster, com baristas que mais parecem modelos da Urban Outfitters, Tom Misch de soundtrack e fila de espera de 30 minutos. Um achado! Uma das primeiras coisas que sempre busco quando visito uma cidade pela primeira vez – antes mesmo de museus, pontos turísticos e afins – são boas cafeterias. Eu amo café! E Distrikt Coffee era uma delas. Pratos dignos de food porn e um latte que me salvaria daquela primeira ressaca do ano.

Voltando para o aeroporto eu estava feliz pois não ia dormir no cativeiro novamente, mas ao mesmo tempo tive aquela sensação de ‘quero mais’. Foram dias memoráveis, saindo de festas com o nascer do sol como plano de fundo e muitas vezes saindo da cama ao cair da noite, curando ressaca com bom café e vodka barata. Assim demos boas vindas a 2018. Berlim é uma cidade enorme, cosmopolita, viva e intensa. E apesar do clima não ter ajudado muito durante os cinco dias que ficamos por lá, a cidade se mostrou surpreendentemente amigável e sempre pronta para festejar. Festa para todas as tribos, festas para todos os gostos. Com certeza você vai fazer novos amigos e definitivamente terá histórias hilárias para contar quando voltar de lá.

Aniversário um dia de reflexão.

COMO SURGIU

Aniversário é dia de olhar para o passado e planejar o futuro, porém, geralmente passamos nossos aniversários comemorando, agradecendo e vivendo intensamente, afinal, estamos mais um ano vivos e isso já é o suficiente para nos esbaldarmos nesta profunda alegria.

Entretanto não são apenas as pessoas que fazem aniversários, mas momentos como realizações, grandes feitos, perdas e as grandes mudanças em nossas vidas também fazem aniversários e sempre acabamos esquecendo de refletir sobre elas.

O Conteúdo Aleatório nasceu em um desses aniversários de “momentos”, numa época de mudanças em minha vida que foram muito significativas. Acredito que os sonhos desta minha nova etapa estão caminhando juntamente com o site e se algo der errado por aqui talvez minha vida perca o rumo juntamente a ele.

Continue lendo “Aniversário um dia de reflexão.”

Rock in Rio 2017

O Rock in Rio 2017 já começou e tem a expectativa de atrair 700 mil pessoas. O evento, que está em sua sétima edição deverá ser mais um sucesso de público.

Claro que não é um festival apenas voltado para o bom Rock and Roll, porém é uma grande oportunidade para assistir o show de grandes bandas pelas nossas terras.

O canal fechado Multishow irá transmitir todos dias na integra o festival, confira abaixo sua programação.

Esta semana a grande atração do Rock in Rio será Bon Jovi, Aerosmith e Red Hot Chilli Peppers.

Bom Festival a todos .

 

Continue lendo “Rock in Rio 2017”

Ah o mar.

 

Muitas vezes caminho pela praia, ouço o barulho do mar e fico observando a grandeza dele. Hoje resolvi sentar de frente para essa imensidão, fiquei observando por horas, sentindo aquele vento leve e salgado batendo no meu rosto. O mar para mim é algo grandioso, que preciso estar constantemente em contato com ele. A água batendo na costeira, as ondas cantando de uma forma forte e veloz. Ali fiquei refletindo sobre minha vida, meu destino, meus projetos e nas pessoas que já partiram desse mundo.

O mar me traz boas lembranças, aquela de infância, lembra minha mãe, meus amigos do bairro, lembra as dificuldades passadas, porém superadas. Coisas antigas…

O mar, para mim tem seus encantos, minhas lendas, minhas crenças, meu modo de pensar. Estar em Ubatuba (minha terra), é como se tivesse tomado um banho de sal grosso para se limpar e depois voltar renovada para minha cidade atual.

Esquecer de onde vim e de minhas origens? Jamais.. Sou o que sou graças a minha criação e a minha família e claro que ao meu grandioso mar. Sou caiçara e com muito orgulho, afinal Ubatuba é minha primeira casa. Rezo sempre em frente ao mar, ele me acalma, me dá uma direção. O mar foi feito para refletir e pensar, olhar de frente, ouvir o bater das ondas, o mar foi feito para sonhar, enxergar a grandeza de Deus e somente agradecer.

Precisa de muito para ser feliz? Sempre me faço essa pergunta?

E hoje refleti muito sobre isso… acredito que não! Você precisa só de um pouco de paz e de praia, o resto a gente corre atrás!

Tribalistas 2017 ( novo álbum )

Tribalistas é união composta por Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte. O que resultou, em dois álbuns  o primeiro álbum homônimo lançado no Brasil em 2002 , que vendeu  no total mais de 2,1 milhões de cópias. Após 15 anos , o trio anunciou o segundo álbum, lançado em 25 de agosto de 2017, com uma apresentação em rede nacional dia 31 de agosto de 2017 pela emissora Rede Globo.

O novo álbum deles trazem suas melodias gostosas e fáceis de serem escutadas novamente para nossas vidas, há também uma nova parceria, com a cantora portuguesa Carminho, que canta fado.

Ingredientes perfeitos para uma receita de sucesso. O que acham do novo álbum dos Tribalistas em 2017?

Escute gratuitamente todo album pelo youtube.

Novo Single do Chico Buarque “Tua Cantiga”

Nova música de Chico Buarque.

“Quando te der saudade de mim
Quando tua garganta apertar
Basta dar um suspiro
Que eu vou ligeiro
Te consolar

Se o teu vigia se alvoroçar
E estrada afora te conduzir
Basta soprar meu nome
Com teu perfume
Pra me atrair

Se as tuas noites não têm mais fim
Se um desalmado te faz chorar
Deixa cair um lenço
Que eu te alcanço
Em qualquer lugar

Quando teu coração suplicar
Ou quando teu capricho exigir
Largo mulher e filhos”

De repente da certo

Almoçar e descansar é o que todos fazem quando estão muito cansados, principalmente em um feriado prolongado.  Porém, nada melhor do que pegar estrada e relaxar a mente em um lugar distante de todo barulho da cidade, um lugar que é mágico.

Créditos da foto: David Henrique Paulino da Silva

Conhecendo lugares diferentes você inevitavelmente acaba conhecendo as pessoas que vivem nesses lugares, ou até mesmo pessoas de outros lugares. Paraty, cidade histórica, onde as pessoas reagem à um sorriso e à um bom humor. Cada canto da cidade tem uma história a ser contada. O mais impressionante foi uma cena que fiquei parada por horas assistindo.  Ali em frente a uma igreja estava um jovem negro vestido de escravo, com uma corrente presa ao seu tornozelo,  ele narrava como tinham sido construídas as ruas da cidade histórica de Paraty. Ele não só narrava, como gesticulava, dava para perceber o carinho enorme que ele tinha pela cidade e por estar ali transmitindo um pouco de seus conhecimentos.

A tia do carrinho do churros então, nossa ela respirava cultura, impressionante!  Quanta coisa boa ela conseguiu passar em poucos minutos, enquanto prepara meu pedido.

Depois de viver tanta coisa diferente naquela tarde de Sábado , aprender tanta coisa nova, voltei para a casa onde estava hospedada, feliz por aproveitar de maneira gostosa  uma parte do meu feriado.

E você prefere ficar entediado em casa após o seu almoço, ou ir respirar cultura em cidades como Paraty?

 

Cadeia tupiniquim e os conterrâneos de Nassau

Como todos devem ter acompanhado nas últimas semanas, foi deflagrada uma crise no sistema prisional brasileiro, com terríveis desdobramentos. Em meio a guerras entre facções, omissões do estado, discursos de ódio ou indignação, não cabe aqui esmiuçar todos os pontos desse complexo tear sócio-político. Mas há um fato que é consenso em qualquer análise que se faça: a superlotação dos presídios brasileiros. Já temos a 4ª maior população carcerária do mundo, atrás apenas de Rússia, China e Estados Unidos. Há estimativas de que se esse ritmo de crescimento do encarceramento no país se mantiver, em 2075 um a cada dez brasileiros estará atrás da grades. E o tráfico de drogas é a principal causa das condenações, responsável por mais de um quarto dos casos.

Ou seja, uma legião de pessoas privadas da liberdade, em condições péssimas, e que consomem recursos do estado, por fumar um baseado, ou qualquer coisa do tipo. E na grande maioria dos casos é isso mesmo, já que os verdadeiros grandes traficantes de armas e drogas estão bem soltos e negociando livremente, inclusive com os altos escalões de empresas e governos, em quase todos os países desse mundão todo.

Continue lendo “Cadeia tupiniquim e os conterrâneos de Nassau”

Estamos há 20 dias do Natal

Estamos há exatos 20 dias do Natal de 2016, então hoje vamos falar um pouco desta época de luzes onde tudo parece mágico, pelo menos nos filmes da sessão da tarde, mas na realidade não é o que acontece.

captura-de-tela-2016-12-05-as-12-38-02

Nesta época estamos rodeados de músicas natalinas com qualidade duvidosa e shoppings todos decorados com Papai Noel e seus ajudantes levando o espírito natalino para as crianças, afinal elas precisam gastar e aquecer o comércio local com seus sonhos.

Outra precaução que devemos ter são os supermercados e padarias com seus incríveis panetones de  diversos sabores. Se você conhece um pouco de culinária, esqueça tudo o que aprendeu sobre tradicionalidade e produtos com tradição milenar. A grande receita natalina, que é o panetone não é mais a mesma, ele levou um facelift e agora existe dos mais diversos sabores para agradar todo público-alvo, não deixando passar um consumidor em branco. Acredito que o panetone tradicional é alvo de chacota com suas frutas secas e seu grande tradicionalismo.

oioioi-01

Toda esta modernidade pode esta acontecendo bem abaixo do nosso nariz, mas vamos tentar deixar este excesso de marketing de lado e lembrar que Natal é uma época de análise e reflexão, esqueça o tema religião, este não vem ao caso quando o assunto é a paz de todos e o bem estar coletivo, afinal nem todos pensam da mesma maneira.

Use este período  pra refletir sobre o que fez ao longo de todo ano, e o que pode melhorar para o próximo ano, estamos falando um pouco adiantado sobre o Natal, mas repito faltam apenas 20 dias para ele chegar, suas reflexões e pedidos terão que estar prontas ate lá.

Uma ótima reflexão natalina para todos. Ah! Não é apenas de musica ruim que o natal é feito. Michael Bublé fez um álbum natalino em 2011, perfeito para ocasião, escute-o e pense, afinal o Natal já chegou.