Fala comigo!

Acho que esse vídeo explica um pouco porque nos entregamos à solidão acompanhada!

Se você estiver lendo esse texto sentado ao lado de alguém com quem você deveria estar conversando, desligue seu telefone, puxe 7 assuntos diferentes, dê dois beijinhos antes de voltar a ler, senão você viverá o resto da vida em relações superficiais. Tô jogando praga mesmo!

Dia desses foi dia dos namorados! E eu, como não tenho um namorado e as amigas estavam ocupadas (ou com seus crushes ou com outros compromissos), eu fui ao cinema sozinha mesmo! Sentada tomando meu lanche na praça de alimentação do shopping comecei a praticar meu esporte preferido: a observação! Entre uma mordida e outra na minha empada, olhava os vários casais se sentando próximo a mim. E percebi um fenômeno que faz muito tempo que me chama a atenção: o fenômeno da solidão acompanhada!

Esse fenômeno afeta a mim, afeta você, afeta a vovó e o vovô (tadinhos!), afeta os casais. E entre os casais, é pior e mais feio de se ver. O vídeo que abre o texto de hoje ilustra bem o destino dos relacionamentos atuais, com pessoas que fazem companhia uma pra outra, mas que não se relaciona. Se relacionar implica em conversar, se doar, se abrir, se permitir pagar uns micos junto com alguém. Mais que isso, se relacionar significa trocar de mundo, conhecer e entrar no mundo do outro, se deixar mudar em algumas chatices, aprender com a realidade do outro e permitir que aconteça o mesmo com aquele que entra no seu mundo. Aliás, só teremos bons relacionamentos se dermos o ticket de entrada no nosso Jurassic Park pro visitante! #ficaadica

Quando a gente se entrega à solidão acompanhada, principalmente com aquela pessoa que você tem uma relação afetiva, entrar no parque do outro é tarefa para Ethan Hunt: uma verdadeira missão impossível! Ninguém é capaz de invadir esse sistema fechado que é a nossa vida, o nosso espaço particular, a não ser que a gente dê acesso. Se você se senta com a namorada ou namorado, sai passear com a pessoa: converse com ela, pergunte da vida dela, fale da sua vida, conte uma história engraçada, se vulnerabilize (essa palavra existe, Pasquale?!).

Estamos abertos!

Falo dos casais, mas essa solidão acompanhada acontece em todos os tipos de relacionamentos. Eu tenho me policiado muito para não entrar na bolha da tecnologia quando estou com alguém da família ou amigos. É tão chato você estar conversando com alguém e a pessoa estar ligada no celular ao invés de ligada em você. Dá uma preguiça continuar o assunto…. Hoje em dia busco a cada momento conhecer melhor aqueles que convivem comigo, saber suas histórias de vida, o que faz rir ou chorar, a comida que gosta, se tem mau humor quando tá com sono, se mata um quando tá com fome, qual o tipo de música preferida, os gostos bizarros, qualquer coisa que me faça criar um laço, uma conexão wi fi de qualidade, uma rede de amizade e profundidade.

Escrevi esse texto na rodoviária em São José dos Campos, voltando de Campinas, do casamento de dois amigos queridos. E fiquei pensando, enquanto estava mofando esperando meu ônibus, o quanto a gente se esforça por pessoas que não têm seu sangue. Isso só é possível por causa do laço de intimidade e profundidade na nossa relação. Se mostrar, se deixar conhecer, abrir seu olhar para enxergar quem é o outro faz com que nossas relações deixem de ser superficiais e passem a agregar valor. Você tem agregado valor às pessoas com quem convive?! #reflita

Se você chegou até aqui sem ser atingido pela minha maldição do início do texto, parabéns! Se você chegou aqui e tá com uma culpa por todas as vezes que obrigou alguém a estar sozinho na sua companhia, volte até a casa da criatura e siga os passos do início do texto. Agora, se você está praticando a companhia solitária e está em silêncio ao lado de alguém, sinto muito, você nunca vai sentir o que é ter alguém que se importa de verdade e nunca vai se importar de verdade com ninguém! Que morte horrível…

Um abraço apertado, um desejo de mais profundidade e até semana que vem! ;)

Eu acredito em você!

Pode ser que você não ouve essa frase há muito tempo ou então vive ouvindo! Eu digo isso constantemente para mim e tenho uma amiga que não me deixa esquecer nunca que ela acredita em mim! Isso dá uma foça interna inacreditável – faça o teste e me conta depois. (Aliás, eu tenho sugerido vários testes para os leitores mas ninguém diz se tá funcionando… #xatiada)

Saindo da psicóloga dia desses, depois de uma sessão que ela me esticou, me amassou, me colocou no lugar de novo e me mandou embora, saí pensando em quanta força a gente tem mas que nem sempre se lembra dela! Aí, no meio do caminho, lembrei das teias de aranha, do Homem Aranha (seu lindo!) e de como a força daquela teia sempre me intrigou. Sou da época do Homem Aranha do Tobey Maguire e, desde criança, sempre achei incrível o que aquele herói podia fazer e se aquilo era realmente possível, dentro das escalas das aranhas.

Lendo alguns estudos descobri que sim, se as teias fossem de uma espessura como de um lápis, elas poderiam parar um Boeing 747 em pleno vôo! Uau!! As aranhas são assustadoras, mas produzem teias de uma força insuperável! Aí, voltei no pensamento pós-terapia: se a gente tivesse, dentro da gente, a capacidade de resistir às dificuldades como as teias de aranha resistem a impactos, nós iríamos conseguir superar aquilo que nos derruba na vida.

Como num estalo, eu ouvi dentro de mim aquela voz que todos temos, e que alguns abafam, me dizendo que todos somos fortes, mas alguns não exercitam, outros deixam que forças externas diminuam sua força interior. E resolvi escrever esse texto pra você (e pra mim!), que talvez anda desacreditando na força interior que tem! Você é mais forte pra aguentar o tranco do que imagina!

As vezes a gente precisa de um motivacional assim como esse texto, pra se lembrar do quanto é forte, corajoso, resistente, capaz. A vida não anda fácil – eu sei porque estou vivendo ela! – mas sei também que a gente consegue superar nossos momentos difíceis, passar por aquela barra pesada (que não é aquela que é gostar de você… rs). Eu tenho feito isso constantemente: escrevo nos dias bons, coisas pra ler nos dias ruins. Coloco ali no papel tudo o que consegui realizar e que me deixou com aquela sensação de super poder! Depois, nos dias que está tudo dando errado, que parece que colocaram kriptonita no meu suco, eu paro, leio algumas páginas e a força volta a estar comigo! 

Hoje, eu queria dizer isso pra você que está lendo: eu acredito em você! Assim como as aranhas confiam tanto em suas teias fortes para adquirir o alimento do dia ou da semana, eu acredito na sua teia interna, capaz de segurar as pancadas, segurar dentro de si a sanidade mental nos dias ruins. Se você estiver passando por um dia bom, olhe em volta e veja alguém que precisa de um motivacional, olhe no fundo dos olhos dela e diga, com a boca cheia de confiança: eu acredito em você! Vai funcionar!

Um forte e resistente abraço, até semana que vem! ;)

Amigos: para que tê-los?

UPDATE: lembrei dessa música super bacana ontem, 15/04/2018 e resolvi colocar ela também!! ;)

Dia desses eu estava refletindo: porque eu tenho amigos? Para que eu quero ter amigos? Não que eu estivesse brava com meus amigos ou querendo virar uma sozinha no mundo! Não! Estava refletindo isso porque eles me fazem muito bem e me questionei porque gosto de tê-los ao meu lado. Logo que voltei a Campos do Jordão após os anos de faculdade eu me vi num buraco quase sem fundo de solitude (não solidão! Veja a diferença nesse link. Adorei a explicação!) pois havia me afastado dos poucos amigos de escola, as amigas de faculdade estavam em outra cidade e eu me senti como se não conhecesse ninguém numa cidade de mais de 50.000 habitantes! Continue lendo “Amigos: para que tê-los?”

O mau humor une!

Ouve essa da Blitz enquanto você lê porque: é engraçadinha, é vintage, porque sim!Quanta gente de mal com a vida, credo! Eu vi essa tirinha esses dias e amei, porque é bem a realidade. De vez em quando sempre eu sou bem azeda, não gosto desse lance de dar bom dia pra estranhos na rua. Mas acontece que numa fila de banco, padaria, num local onde muitas pessoas estão esperando a mesma coisa, não custa dar aquele sorrisinho simpático.

Continue lendo “O mau humor une!”

É impossível ser feliz sozinho… :(

Quando Tom Jobim (meeeeestre!) escreveu essa música em 1967, ainda era muito enraizado na sociedade o conceito de que, quem ficasse solteiro ou “sem par” tinha algum problema!Acontece que, 50 anos depois do lançamento de Wave, ainda tem uma coisa dentro das pessoas que ser sozinho é algo terrível e que ninguém deveria querer na vida. Tudo mentira! Você já deve ter lido algo do tipo, semelhante a esse texto, mas acho necessário ter mais uma voz libertando você (e a mim também!) dizendo que sim, é possível ser feliz sozinho SIM! (neste momento sugiro que você cante o refrão do Hino da República, junto comigo: “Liberdaaade! Liberdade!!)

Continue lendo “É impossível ser feliz sozinho… :(“

Dia Dos Namorados

Quem nunca sonhou em viver momentos de um conto de fadas, com direito a jantar romântico, música apaixonada e declaração de amor. Toda mulher quer ter esse momento lindo não é mesmo?
Hoje no dia dos namorados, os restaurantes estão com filas de espera, os barzinhos irão lotar, as lojas venderam muito e por ai vai.
E você já se preparou para tudo isso?

Fonte: Freepik
O dia dos namorados é uma data comemorativa, não oficial, destinada aos casais de namorados, pretendentes e apaixonados e claro, que também é uma data que se destaca no calendário do comércio varejista pelo apelo emocional e comercial, movimentando praticamente todos os setores do comércio.
E dai que você vai passar o dia dos namorados sozinha e não vai ganhar presente? Esse é só um dia comum, num mês como todos os outros. Não se sinta sozinha,tenha amor próprio, seja feliz, pois ao encontrar alguem você estará tão segura de si, que seu relacionamento super dará certo.
E as que tem namorado, que bom, aproveite todos os dias ao lado dele, faço o muito feliz.
Feliz dia dos NAMORADOS a todos os casais que vivem muito bem todos os dias!!

 

Falsos Sentimentos

Vivemos em um mundo muito maluco, um mundo de pessoas descartáveis, pouco importa o que o outro sente, a própria necessidade vem primeiro. Aquele papo de “agora sim arrumei a pessoa ideal pra mim” ou ‘sou o melhor pai do mundo” ou até mesmo “faço isso só por que estou com você”. Fuja de relações desse tipo, pois no fundo você sabe que não dará certo! E o mais engraçado é que hoje os diversos relacionamentos surgem através dos aplicativos, muitos dão até sorte, mas a maioria só querem aquela famosa “metidinha” . Difícil entender as pessoas, por que muitos reclamam de seus relacionamentos não duráveis, mas, também não saem desses aplicativos infernais, onde mais parece um catálogo de carne, do que qualquer outra coisa. E por ai vai. Os aplicativos facilitam a vida deles “Coração” se a tal aparência agrada e ” X” se não, e assim vai para a próxima.

Será que as pessoa tem medo de sentir algo por alguém? Será que as pessoas tem medo de demonstrar seus sentimentos? Ou é egoísta a ponto de não querer dividir seu tempo com alguém? Ou será que acha mais fácil chegar em casa cansado do trabalho e ligar no netflix, e conversar pelo “tinder” com a nova peguete? Assim ele pega e não se apega não é mesmo? Mas muitos são cara deu pau, conhecem alguém e fica por tempo determinado, apenas 15 dias e nesse tempo, seu Instagram é recheado de fotos de lugares lindos com essa pessoa, como se o amor estivesse ali transbordando, mas, mal sabe essa pessoa que seu tempo esta acabando, pois ali na fila já tem uma  esperando pelos seus lindos 15 dias.  E mais uma tecla delete será apertada e novamente mais uma irá cair na lábia do senhor “Tinder”.

No mundo das pessoas descartáveis, as pessoas envelhecem, mas se esquecem disso, e o tempo passa tão rápido, mas tão rápido que não percebem, é triste pensar que essa pessoa esta condenada a ficar sozinha, pois já não tem mais nada a oferecer a outra pessoa, nem mesmo a sua beleza.

Ame de verdade e seja verdadeiro, pois é um sentimento lindo e puro! Iludir um outro ser humano com palavras e falsos sentimentos é a pior covardia que possa existir.

Boa Segunda-Feira por Elena Ilyina

Nunca perdendo as origens do site uma ótima  Segunda-Feira para todos do Conteúdo Aleatório.

Atriz: Elena Ilyina
Video: smrnv.su
Música: Stellamara

Comic Con Experience São Paulo 2016

A Comic Con Experience,ela acontece do 1/12/16 à 4/12/16, e reúne fãs e profissionais de quadrinhos, cinema, TV, jogos eletrônicos, anime, RPG e ficção científica, além de diversas opções de colecionáveis e novidades dessas áreas em uma grande celebração do universo nerd e da cultura pop. O evento acontece no Brasil nos moldes das comic cons realizadas em diversas partes do mundo. Em 2015, a CCXP brasileira reuniu 142 mil fãs, tamanho que só ficou atrás dos eventos New York Comic Con (NYCC) e San Diego Comic-Con (SDCC), ambos nos Estados Unidos. Este ano a Comic Con São Paulo espera superar suas expectativas.

Confira alguns videos de canais do youtube com cobertura da Comic Con São Paulo.

 

cropped-oioioi-01.png

Boa semana [OFF Girls – Katrina]